PR Convida: Melissa Westphal

A internet tem sido minha aliada constante, e entre as surpresas de uma busca feita no Google, eu descobri a gaúcha Melissa Westphal.
Com 23 anos, nascida em São Lourenço do Sul, mas atualmente morando em Pelotas – RS. Melissa é técnica em Comunicação Visual, estudou Artes Visuais por um ano e hoje faz Design Gráfico, na Universidade Federal de Pelotas.

post0107-03

Ela é a idealizadora do Manifesto Cuti-Cuti que pode ser acompanhado pelo Tumblr e pelo Instagram. A ideia é simples: levar mais fofurice para esse mundo cinza e caótico que vivemos. Sua arte é tão bacana, bonita e bem feita que vem ganhando cada vez mais destaque nas redes sociais. O Manifesto Cuti-Cuti transparece felicidade, bons sentimentos e agrada a pessoas de qualquer idade. 

post0107-07

E eu me identifiquei rapidamente com a Melissa e com o trabalho dela por três motivos: pela unicidade, pela busca de superação a cada novo trabalho e porque fica evidente que ela faz tudo isso com muito amor. <3

post0107-02

Para encomendar seu Cuti-cuti mande um e-mail para melissawestphal91@gmail.com (eu já encomendei o meu!). E pra acompanhar o trabalho dela e encher sua timelime de coisas bonitas, você pode segui-la no Instagram ou acompanhar o Flickr, que como ela mesma diz, é onde dá pra acompanhar o progresso, já que ela alimenta essa rede social desde 2009. (;

post0107-05

melissa 01

 

PR convida: Karina Matulevicius

Além de ter Rabiscado muito no Curso de Tipografia que eu fiz mês passado (saiba mais clicando aqui), tive o prazer de conhecer várias pessoas talentosas na minha turma. A que eu apresento hoje é cheia de projetos legais, tanto que mal sei por onde começar!

Karina Matulevicius é designer gráfica de formação, mas também ilustradora (e porque não) artista. Ela tem 26 anos, mora em São Caetano do Sul e alimenta dois projetos incríveis. Um deles, o “A Vida dos Blocos” retrata a vida de um jeito divertido, através de bonecos de Lego em cenários de bloco, ou também da vida real.

post0103-6

O outro projeto, e mais recente, se chama “As Silhuetas de Alice” em que Karina criou peças, quadros e recriou objetos com frases e detalhes característicos do tão inspirador e lúdico clássico, “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carroll.

O resultado ficou tão bonito e delicado, que tudo isso estará na primeira exposição da Karina! Abaixo você confere algumas fotos dps obejtos da exposição (mas só algumas para não estragar a surpresa tá?)  Dá uma olhada no teaser  e fique com gostinho de quero mais clicando aqui! (;

post0103-12

post0103-14

post0103-13

Ficou curioso (a)? Eu também!! Visite e aproveite pra tomar uma cerveja! (;
Serviço: 9 a 23 de Outubro, no Garrafas Bar (Rua Wisard, 252). A entrada é gratuita e todas as peças estarão à venda!
Para confirmar no Facebook presença clique aqui!

PR Convida: Parti em 3

A gente sempre lê e ouve por aí histórias de pessoas que resolveram viajar pelo Brasil ou pelo mundo e ficam meses fora. Mas a pergunta que sempre vêm a cabeça é: Como elas fazem isso? E o trabalho? E o dinheiro pra bancar tudo isso?

Se você realmente quer pôr o pé na estrada tem uma decisão importante para tomar: não compre aquilo que você não precisa. Carro do ano, celular de última geração, roupas e mais roupas, supérfluos que chamaram atenção em uma liquidação, artigos que você comprou porque todo mundo tem. Isso tudo é legal, mas será que são mesmo necessários?

Aprendendo a viver com menos, o dinheiro rende mais e você descobre que, pode sim, passar meses viajando por aí e que não precisa ser rico para dar uma volta ao mundo. Viajar é única coisa que você pode comprar e realmente ficar mais rico!

Processed with VSCOcam with f2 preset
Li uma frase esses dias que responde bem a essa questão: “Viajar tem muito mais a ver com coragem do que com dinheiro.”  E foi com muita coragem e dinheiro suficiente para se virar que três amigos resolveram partir numa viagem pelas estradas do Brasil.

Pedro e Lucas tiveram a ideia de partir para um mochilão pelo Brasil após fazerem uma viagem para Buenos Aires onde fizeram amizade com vários gringos que conheciam mais o Brasil do que eles mesmos. Kathy, a terceira integrante do grupo, também abraçou a ideia e então eles foram.

A aventura ganhou até nome “Parti em 3”. Três porque são três amigos viajando juntos, e também porque eles partiram em 3, 2,1… Pedro me contou que não houve muito planejamento. Eles juntaram a vontade de descobrir com um único objetivo que era chegar até a Praia de Pipa, no Rio Grande do Norte. Como e quando eles chegariam até lá não importava muito, desde que fizessem esse trajeto da melhor forma possível com as opções que tinham disponíveis pelo caminho.

post0094-19

Foram  mais de 3.000km de viagem passando por Juiz de Fora, Teófilo Otoni, Nanuque em Minas Gerais com direito até acampar no coreto da cidade e tirar foto com o prefeito.  Após uma semana de viagem dormindo em postos de gasolina pela estrada eles chegaram à Bahia graças à carona de caminhoneiros gentis que eles encontravam pelo caminho. E aí foi Arraial D’Ajuda, Morro de São Paulo, Cachoeira, Salvador (de onde a Kathy retornou para São Paulo). Depois de Salvador o plano era ir direto para Pernambuco, mas como essa viagem foi cheia de surpresas Pedro e Lucas foram parar em Aracaju, no estado de Sergipe. O que a dupla considerou como um presente, afinal era mais um estado e mais uma cidade para eles conhecerem!

Em seguida foram para Recife, onde faltavam ainda 300km para serrem percorridos até Pipa e a dupla completava 50 dias de viagem. Após alguns dias em Pernambuco ele partiram para Goianinha, cidade próxima de Pipa,  fazendo o trajeto de ônibus. E  foi quando tiveram que passar pelo momento mais difícil da viagem, assim que desembarcaram às 23hrs Pedro percebeu que havia deixado a carteira e o celular dentro do ônibus. E então faltando apenas 27km para chegar ao destino final eles se sentiram perdidos. Sem dinheiro, sem documento e sem celular para encontrar o contato que eles tinham em Pipa a solução foi manter a calma e usar a experiência que eles tinham adquirido depois de tanto tempo de estrada. Conseguiram carona de um taxista até Pipa e alguém que encontrou o celular no Pedro no ônibus conseguiu pelo facebook localizar o dono e assim devolver o aparelho. E no final deu tudo certo!

post0094-20

E assim foram 60 dias de viagem que aconteceram também graças aos caminhoneiros e taxistas desse Brasil que deram carona ao trio, aos moradores locais que ajudaram levando-os para acampar no quintal de casa, ou então que cederam suas casas para que os aventureiros pudessem tomar banho, pessoas que trocaram algum serviço com eles (como lavar pratos ou cozinhar) em troca de qualquer ajuda. Amigos de amigos que moram nas cidades por onde eles passaram e os ajudaram durante essa caminhada (bem difícil pois a mochila que eles carregavam pesava cerca de 30kg).

Eu ia perguntar ao Pedro o que ele perdeu e o que ele ganhou após essa viagem mas ele mesmo postou nas redes sociais um texto que achei tão verdadeiro e que eu gostaria de dividir com vocês:

” Nessa viagem, eu perdi algumas coisas:

-Relógio.
-Colchão inflável. Abandonei, porque são descartáveis!
-Barbeador.
-Shampoo, porque sabonete serve para tudo.
-O medo das pessoas, eue São Paulo gera em quem vive aqui.
-Sentimento de impotência.  É difícil ter essa sensação quando é só você e você pra resolver qualquer coisa.
-Apego material, os que mais doam, são os que nunca sentem falta e os que tem menos para doar. 

E ganhei:

-Valor a presentes, e não presentes de valor.
-Muito mais educação e bom humor no trato com pessoas. Cara, isso resolve tudo!1
-Casas e amigos em vários lugares do Brasil.
-Responsabilidade, porque o ato de ser livre, é carregar contigo toda a sua vida com você, nem todos estão preparados pra isso.”

Quem quiser ver mais fotos ou saber mais o “Parti em 3” tem tumblr e instagram @partiem3. E você pode conferir outras muitas (e boas) histórias contadas pelo capitão dessa missão, o Pedro, no instagram dele.

post0094-21

PR Convida: Rebeca Guerra

Hoje tem mais uma amiga talentosa por aqui! Rebeca Guerra tem 25 anos, é formada em Moda pelo Senac e tem alma de artista! A Rebeca é daquelas pessoas que vê inspiração para seu trabalho em tudo: na fotografia, no design, na arquitetura e no graffiti. Curiosa, observadora e inteligente, ela põe a mão na massa quando quer criar alguma coisa que nunca fez antes, e não desiste até conseguir. Além de designer de moda da marca Keko Baby, ela mantém um projeto chamado “PantoneProjetcs” que agrupa diversas vertentes. Sem se prender em uma atividade específica, Rebeca explora todas as possibilidades criativas “passeando” pelo graffiti, decoração, moda e design. O “PantoneProjects” pode ser visto pelas ruas da Grande São Paulo, em que Rebeca deixa por aí suas referências de cores e inspiração, influenciada também pelo namorado grafiteiro. post075-14 Esse projeto também tem tudo a ver com arte, design e moda e pensando nisso a Rebeca criou uma coleção maravilhosa de Bombers Jackets, que são peças mais urbanas inspiradas nos uniformes usados pelos pilotos do exército americano durante a Segunda Guerra. São vários modelos estampados e cheios de cor! <3 Esses são só alguns modelos! Ficou a fim de alguma delas ou quer conhecer mais? Você pode comprar sua Bomber Jacket pelo site da Grapixo clicando aqui! ;) post075-9 E como pessoas boas e talentosas nunca andam sozinhas por aí, você pode aproveitar e dar um pulo no Bazar Sui Generis! Além de poder comprar uma Bomber Jackets PantoneProjects, também estarão disponíveis obras originais, gravuras, prints, zines de vários artistas, flash tattoos, peças de decoração e roupas de garimpo. Produtos e serviços bacanas de forma fácil e barata! ;) Se você se interessa pelo itens acima, curte comida boa, ambiente bacana e quer trocar ideia com uma galera da pesada, então cola lá! Estarão presentes os artistas: RIEN, Toes, Rebeca Guerra, Nom the Wizard, Gafi, Anna Kumamoto, Féto e Michelle Tomaz! :) post075-15

PR Convida: Paula Ribeiro e Micaela Molan

Falar sobre moda na internet é tão comum né? Tem milhares de Blogs por aí acumulando informações diaramente sobre marcas, tendências, desfiles, o que as famosas usam… Eu confesso que fico “cansada” e hoje em dia leio pouco sobre esses assuntos. Mas aqui no Blog eu tento sempre trazer assuntos novos de um jeito diferente, por isso fiz esse post de hoje pensando em juntar: amigas talentosas + moda + consumo consciente + se sentir bem!

Portanto, hoje tem dose dupla aqui no Blog, duas amigas que já faziam coisas legais separadas resolveram se juntar e montar uma parceria que tem tudo a ver!

MICAELA MOLAN CONSULTORA DE ESTILO

A Micaela se formou em Publicidade e Propaganda, trabalha ainda na área, mas de um tempo pra cá começou a perceber que seu bom gosto e interesse por Moda pode se tornar sua nova profissão.

Após fazer cursos e se aprofundar na área de Moda, ela passou a atender clientes e oferecer um serviço muito bacana de Consultoria de Estilo! A Micaela ensina suas clientes a melhorar sua relação com o guarda-roupa e, como consequência, que elas se vistam conforme suas personalidades e estilos.

Como eu falei acima, com essa quantidade informações sobre moda todos os dias pipocando na internet as consumidoras ficam um pouco desorientadas, saem por aí comprando tudo o que veêm pela frente e/ou acabam copiando o que as blogueiras de moda do momento usam.  Por isso esse processo de Consultoria de Estilo é muito importante:  a gente aprende a se vestir conforme o nosso tipo físico, nossa identidade visual única, e também a desapegar daquilo que não usamos mais e comprar menos e melhor.

Veja abaixo alguns looks e combinações inusitadas feitas pela Micaela:

post067-1

Quem precisar dessa ajudinha para se encontrar  e otimizar o guarda-roupa pode bater um papo com a Micaela pelo email: micaela.molan@gmail.com 

PAULA RIBEIRO BOLSAS

Tudo começou em 2007, quando a Paula que já fazia faculdade de Moda, começou a sentir o desejo de ter várias bolsas. Ela começou a fazer alguns modelos para si mesma e para as amigas, que adoraram, e desde então ela não parou mais.

Junto com sua mãe, ela abriu um ateliê onde cria, confecciona e administra sua marca: a Paula Ribeiro Bolsas. Cada modelo da marca é de criação e confecção própria, e passa pelo processo de estudo da modelagem, escolha dos materiais e tem a qualidade que só produtos feitos artesanalmente oferecem, e o preço das bolsas é super acessível! ;)

São diversos modelos: bolsas-carteiro, maxi bolsa, bolsas dupla face, carteira, clutch, mochila, porta-acessórios… e por aí vai!

post067-2

As compras podem ser feitas através da Loja Virtual, e você também pode conhecer as novidades, os modelos e o que vêm por aí acessando a Página do Facebook  ou Instagram @paularibeirobolsas. 

PAULA + MICAELA
Já dá até pra imaginar o que saiu dessa parceria né? Uma união entre as criações únicas e atemporais da Paula e o bom gosto e inteligência para se vestir da Micaela. :)

Acessando a Página do Facebook da Paula Ribeiro Bolsas você vê dicas dessa dupla de como montar looks para o dia-a-dia, para trabalhar, para um jantar, para uma festa, de forma prática e com peças que, com certeza você tem no guarda-roupa mas que não sabe como usar! :P

Mas elas não param por aí, aguardem novidades! Veja o que já rolou até agora:

post067-3

PR Convida: Marcel Facetto

Essa semana circulou na internet um vídeo feito pelo Alex Chacón, um viajante que registrou seus 600 dias, 36 países e 202.697 quilômetros viajados com uma GoPro e o resultado é um vídeo SENSACIONAL (que você vê clicando aqui) com pequenos momentos e lugares por onde o Alex passou durante essa baita viagem!

Aproveito para compartilhar um vídeo feito pelo meu amigo Marcel Facetto, que também utilizou uma GoPro durante um mochilão de 28 dias pela América do Sul, e registrou de forma MUITO criativa essa viagem que revela paisagens surpreendentes de 20 cidades pela Bolívia, Chile e Peru em 360 graus!

Alguns momentos dessa viagem incrível:

1002638_10201935667381588_684593815_n

Valle de la Muerte

995925_10202066007800017_1063375396_n

Caminho para Aguas Calientes

1237161_10202003301152390_49783822_n

Valle Sagrado

554558_10202012875471742_1077161446_n

Machu Picchu

 

 

 

 

 

 

 

PR Convida: Luiz Henrique Escanuela

Enquanto nós, meros mortais, achavámos nossos rabiscos de homens-palito o máximo no jardim de infância, o Luiz Henrique Escanuela já esboçava pequenas obras de arte com apenas 7 anos. Ele disse que começou a ter vontade de se esforçar pra desenhar depois de ter assistido ao filme Titanic, e inspirado pela cena em que Jack desenha Rose, pediu a sua irmã que ficasse parada na sala para que ele a desenhasse também, e desde então nunca mais parou.

post0063-9

Atualmente com 20 anos, estudando Design Gráfico pelo Centro Universitário Belas Artes, ele produz desenhos muito ricos em detalhes e expressões utilizando materiais bem simples como papel grafite e aquarela.

post0063-1 post0063-2 post0063-3

Foi difícil escolher os meus desenhos preferidos para postar aqui! Além do domínio e prática com as ferramentas básicas de desenho, podemos observar que há um estilo pessoal em cada ilustração.  As reproduções são perfeitas e ao mesmo tempo cheias de alma e talento que são únicos do artista.

post0063-14 post0063-15

Luiz, obrigada por dividir comigo e com o Blog os resultados do seu “hobby”!<3 É uma honra ter aguém tão talentoso por aqui! <3

post0063-8 post0063-9 post0063-12

 

 

PR Convida: Conta Gota

Esse ano quero continuar mostrando aqui no blog mais pessoas talentosas que eu conheço por aí. E hoje apresento o trabalho de um casal que faz coisas incríveis com o material que a natureza nos fornece.

post0038-7

A Carla Ikuno e o Ariel Spadari formam o Conta Gota, e juntos criam terrários, vivários e mini-jardins que dão mais vida a qualquer ambiente.

Pra quem está precisando de um verde em casa ou no escritório, e não tem muito tempo ou espaço para dedicar a ele, essa é uma ótima opção: duram anos e tem baixo custo! :)

A ideia do Conta Gota é explorar a reprodução da natureza em objetos relativamente portáteis, nesse caso tentamos nos aproximar ao maximo a composições que você encontraria no meio da floresta, por exemplo. E também explorar o lado mais ornamental do paisagismo, que é o conceito do mini jardim e arranjos”, explica Carla.

 

post0038-2

Sobre a diferença entre vivários e terrários, a Carla me explicou, que basicamente, “vivário é a reprodução de um ecossistema de alta umidade como uma floresta tropical, por isso normalmente são fechados. E terrário é a reprodução de um ecossistema de clima seco ou árido como deserto ou savana, por isso normalmente são abertos!” ;)

Outra vantagem é a manutenção, os vivários, por exemplo, não precisam ser regados. Por ficarem num recipiente de vidro fechado, a própria planta se encarrega disso. Ela recebe luz, calor, faz fotossíntese e se mantém durante anos fechadinha!

Na página do Conta Gota no Facebook você encontra todas essas produções lindas que podem ser suas! E também dicas de como cuidar do seu vivário, terrário e mini-jardim. (Também no instagram @contagota)

post0038-1

post0038-6post0038-4 post0038-5
Fotos: por Locadora e Ariel Spadari

 

PR Convida: David Santana

Hoje temos aqui no blog outro parceiro/convidado/amigo. O David trabalha com Publicidade e Comunicação, mas nas horas vagas preenche seu blog pessoal “Ideias Nobres, Versos Pobres”  com versos nada pobres! O blog dele tem mais de 300 poemas e reflexões sobre diversos temas e muita sensibilidade. :)

 

David Santana Neves

27 anos

Redator publicitário, Planejamento estratégico em eventos e Culture Marketeer. De tudo um pouco no mundo da comunicação.

Minhas principais influências são… “Meu avô João, Quintana, Drummond, Leminski, Manuel Bandeira, Oscar Wilde, Dom Quixote, Dom Casmurro, Rock’n Roll e Música Brasileira de qualidade.”

No futuro eu quero… “Dar a volta ao mundo num balão.”

O David se expressa muito bem transitando pelas possibilidades que a língua portuguesa oferece, criando rimas e ritmos bem interessantes em seus poemas.

Apelo

“Amor à flor da pele

Quando te vejo sinto um arrepio na pele.
Apele para mim – beijar – toda a pele sua.
Sua pele é minha, minha pele sua.
Apelo para te beijar onde há pêlo, onde pele há.

Apele para me dar… Há pele sua sobre mim
Minha pele sobre você – apelo sim
…e no fim do apelo, arrepio e fim.”

Avoado

“O amor foi visto por aí, voando.

Perdidos somos nós, passarinhos que ainda não aprenderam a voar. E apressados por sermos novos demais, pulamos para o galho mais próximo só porque o que estamos balança.

Perdidos somos nós que temos mapas, tecnologia, guarda-chuva, conta-gotas, e estamos cada vez mais infelizes. Fabricamos asas como se pudéssemos enganar a natureza, tiramos os pés do chão, mas ao invés de voar, viramos de ponta-cabeça.

Ele continua por aí, voando, pousando, em seu caminho. Distraído, avoado. Querendo se multiplicar.

A culpa não é do amor, é dos amadores.”

 

post0026-1 (3)

Eu Rio

“Entre Copacabana e Ipanema nascem amores, calores, poemas. É lá do alto, Arpoador, calor, amor. Pôr do sol, nascer e te ver partir.

Todo dia o mundo morre um pouquinho e se acaba mansinho pra nascer pra lá. Abraço os joelhos e apoio o queixo imóvel te vendo partir, enquanto lá embaixo vejo as ondas levarem os que desafiam.

Agora eu entendo a bossa e suas garotas, suas curvas, suas orlas.

O bom é estar ali, aplaudir, te ver ir. Ah como eu rio, e rio alto. Ah Rio, que saudade de ser seu.

Lento é o vento do adeus.”

Uma sociedade

“Sorrir com você, acordar com você.

Ir dormir e deixar o tempo me envolver.

Levo as horas a sério, não perco nenhum segundo.

No primeiro minuto você já é minha.

Quero comer ao seu lado, andar no mesmo jardim e colher a sobremesa.

Ver o sol nascer, os filhos crescer…Ver tudo mudar, sentados na varanda.

Adoro esse vaivém de gentilezas. Sintonia é uma palavra que junta tudo, e transborda meu corpo num lugar ideal para receber um sorriso… Te declaro culpada por muitos deles.

Dividir. Cozinhar. Viajar. Juntos!

Quer ser minha sócia? Fiz minha proposta!”

!

PR Convida: Bruno Panda

Hoje tenho o orgulho de apresentar o primeiro convidado/parceiro/amigo (ainda não sei como classificar e nem sei se devo) a expor aqui no Blog o seu encanto e talento. :)

Bruno “Panda” Moreira

25 anos

Diretor de Arte e Sócio do Estúdio Lateral

Gosto de fazer isso nas horas vagas porque… “Gosto de tocar e fazer música, acho que isso na minha vida é umas da partes mais importantes. É onde não tem cliente, não tem briefing, prazo… Não tem nada, só vontade de tocar e fazer isso realmente por amor. Pra mim é uma das formas mais sinceras de compartilhar como você se sente, e dividir isso com outras pessoas é bem gratificante pra mim, não importa com quem seja e nem com quantas pessoas.”

Minhas principais influências são… “Acredito que não consigo númerar minhas influências porque elas vão além da arte e do design, mas eu piro muito em Basquiat, Warhol, Roy Lichtenstein e muita arte de rua. Além disso acho que esse conceito de cidade moderna me influência muito, essa rapidez toda.”

No futuro eu quero… “Tentar viver uma vida simples na minha visão, sem muita posse, sem essa loucura de ficar perseguindo alguma coisa que ninguém sabe o que é, sem tanta desculpa pra ficar sem tempo para as coisas importantes. Pra mim qualidade de vida não é carro do ano, é aquela cerveja as 3 da tarde de uma segunda com pessoas que te fazem bem, isso que busco pro futuro.”

ilustração_2

O que eu mais gosto do trabalho do Panda é esse traço tão delicado que ele tem, mas que ao mesmo tempo, é muito conciso. É muito clara a influência da música e do caos urbano em sua ilustrações, que transpiram carga emocional e personalidade fortes combinadas com um ar sutil.

ilustração_1 ilustração_3 ilustração_4 ilustração_5